Nonsense consensual em forma de blogue.
Criado no dia 22 de Abril de 2012.

Sem Gelo

+ 3 comentários
Já há muito tempo que não ia a um bar-discoteca. E sei porquê. Não será por causa da música dantesca com que se lembram de nos brindar ( The Blower's Daughter em versão brasileira é algo bom para gregoriar todos os whiskies ingeridos até então. Além de ser assassinato.). Não será por causa dos gajos que foram todos ao mesmo barbeiro e que eu pensava que até já tivessem passado de moda, nem será pelas edições suburbanas de Barbies.

Não será ainda por, em tempos menos felizes, ter comido (e esta é a expressão certa), algumas das gajinhas que ao cumprimentarem-me fizeram com que eu olhasse para o chão com vergonha. Não será pelo misto de engates profissionais, que até simpatizo, com engates amadores que são, naquele local, somente ridículos.

Peço mais um Famous. Sem gelo como o outro? Não querida, mudei de gostos no espaço de um quarto de hora. É sem gelo, sim. Se faz favor. Ela acha estranho o "se faz favor". Hábitos velhos. À minha frente, black stockings até ao joelho e uma saia-cinto. Giro. Parece ter uns quinze voluptuosos anos. Olho com atenção. Tem trinta de aspecto. Fico-me por adivinhar que serão uns vinte e seis. Tem black stockings. Nada mau. Para mulher.

Fui com um casal. Enquanto seguro as velinhas, congratulo-me pelo facto de estar sozinho. As conversas deles enjoam. Tanta recriminação e troca de culpas. Será que somos todos assim? A partir de certa altura, será que a única coisa que resta é apurar quem tem culpa?

Mais um Famous. Sem gelo? (Foda-se que esta gaja ou é burra ou é a forma simpática dela em demonstrar que esteve atenta ao que me serviu) Se faz favor.

Já tinha bebido antes. Bastante. Vinho branco que para mim é sumo. Começo a vaporizar e envio uma mensagem à minha paixão. Não recebi resposta.

Hoje.

Acordo com a vaga ideia de ter enviado uma mensagem a descrever o local a alguém. Rezo para que tenha sido à Tangerine. Ela compreende-me. Somos amigos. Não foi.

Foi para a paixão. Foda-se.

Tenho uma aguardente de zimbro em casa. A minha vergonha irá passar. Sem gelo.

Se faz favor.

3 comentários:

  1. pobre Damien Rice. estou a ouvir agora. "um bar de putas e algo invulgar. vou para casa" CHECK. :)

    ResponderEliminar
  2. Não foi só essa. :) Antes fosse.

    ResponderEliminar
  3. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderEliminar

Siga-nos por Email